Março de 2020 –

 

Especialista indica o que é necessário para manter o equilíbrio em condições de isolamento social

Após a Organização Mundial de Saúde (OMS) declarar a partir do dia 11 de março de 2020 a situação de pandemia de Coronavírus (COVID-19), milhares de pessoas aderiram o período de quarentena e desde então autoridades estaduais e municipais vem tomando algumas providencias para que a população respeite esse período de isolamento social.

O que é quarentena? Para que serve?
A palavra quarentena foi usada pela primeira vez em Veneza, em 1127, para casos de hanseníase e foi amplamente usada em resposta à peste bubônica séculos depois.
É um período de isolamento social e restrição de movimentação de pessoas que foram potencialmente expostas a uma doença contagiosa. O objetivo é, nesse período, determinar se eles se sentem mal ou se desenvolvem sintomas, o que reduz o risco de infectar outras pessoas.

O que nos preocupa nesse período, além do contagio e dos números de casos registrados a cada dia é também como fica a saúde mental de milhares de pessoas, que foram de certa forma obrigadas a abandonar sua rotina ativa de muitos anos, para ficar em casa as vezes sem absolutamente nada para fazer.

Segundo a psicóloga comportamental Francini Olivo, o maior desafio para o ser humano é aceitar o momento de quarentena sem pensar no futuro, ou seja, aceitar aquilo que está sentindo naquele momento. Ela destaca o medo, a ansiedade e a falta de rotina, como um dos principais efeitos para não manter o equilíbrio mental nesse período.

 “O medo nos priva de situações e se torna um problema quando ultrapassa o limite e autocontrole, tornando-se disfuncional e impedindo as pessoas de seguir a sua rotina e seus afazeres normalmente”, explica a profissional que complementa:  “a falta de rotina gera uma desorientação atencional, as pessoas se sentem mais confusas, menos concentradas e mais cansadas”, avaliou.

 

Pensando nesse período de quarentena e isolamento social, separamos algumas dicas da psicóloga Francini Olivo,para manter sua rotina e saúde mental em equilíbrio:

1 – Mantenha sua rotina o mais próximo do comum:  horário de acordar, se alimentar, improvise seus exercícios físicos e reserve um tempo para estudar e trabalhar;

2 – Mantenha o auto cuidado e higiene: não fique o dia todo de pijama, sem tomar banho e se arrumar, mesmo que seja só para ficar em casa.

3 – Não fique assistindo TV o dia todo: escolha uma  hora para se atualizar, pois uma quantidade excessiva de notícias podem causar pânico e sentimentos ruins.

4 – Fiquem atentos aos grupos de Whatsaap: se os conteúdos não tiverem te fazendo bem, saia deles.

5- Use a tecnologia para se conectar com as pessoas que você ama: sem precisar sair de casa, façam ligações de vídeo com amigos e familiares.

E a dica mais importante e essencial de todas:  se não estiver conseguindo seguir essas dicas, procure um especialista. Existem psicólogos realizando atendimentos online.

Estamos todos juntos nessa quarentena, cuidem-se e mantenham o equilíbrio e a positividade.