Neste ano, o tema escolhido foi “nossas ações representam nosso futuro: dietas saudáveis para um mundo fome zero”.

Por Gustavo Ribeiro – No dia 16 de Outubro foi comemorado o Dia Mundial da Alimentação. Iniciada em 1981, atualmente a data é celebrada em mais de 150 países. Neste ano, o tema escolhido foi “nossas ações representam nosso futuro: dietas saudáveis para um mundo fome zero”.

Promovida pela Organização das Nações Unidas para a Alimentação e Agricultura, Fao, serve para alertar a população mundial sobre habitos alimentares saudáveis e também para debater políticas públicas que contribuam para essa transformação alimentar e formas de erradicar a fome no mundo.

Jorge Roza, gestor nacional do Curso de Nutrição da estácio, destacou a importância de todos terem acesso a uma alimentação saudável. “Deveriam ser cada vez mais incentivados a produção e o consumo consciente de alimentos e, principalmente, o combate aos desperdicios”, disse o gestor.

A coordenadora do curso de nutrição da Estácio de Ribeirão Preto, Ana Carolina Port, lembra que alimentação também é um ato político. “Aquilo que nós consumimos pode afetar muitas pessoas”. Quando compramos um alimento, incentivamos um sistema produtivo que pode ser benéfico ou não para a população e a data vem justamente falar sobre isso.

Pensando em tudo dito, Ana deu dicas de como nós termos uma alimentação mais saudável e sustentável, como evitar produtos industrializados e aumentar alimentos naturais. “Grãos, frutas, verdura e legume, se possível, agroecológicos”, comenta. Para ouvir a entrevista completa e se aprofundar no assunto, ouça nosso drops: http://publicast.com.br/dia-mundial-da-alimentacao/