Em disputa de clássico, Brasil venceu a Argentina por 7 a 5 e conquistou o mundial para pessoas com síndrome de down pela primeira vez. Durante os jogos, realizados em Ribeirão Preto, atletas foram assistidos pelos alunos da Clínica de Fisioterapia Estácio.

No dia 4 de junho o ginásio da Cava do Bosque em Ribeirão Preto recebeu a final do II Campeonato Mundial de Futsal Down 2019. A partida, entre os eternos rivais Brasil e Argentina, foi espetacular e os atletas protagonizaram o que se esperava das duas melhores seleções: uma final que ficará para a história. O Brasil venceu a Argentina por 7 a 5 e conquistou mundial para pessoas com síndrome de down pela primeira vez.

Parceria – Durante os jogos, os atletas foram atendidos pelos alunos que estagiam na Clínica de Fisioterapia da Estácio. A parceria faz parte do convênio firmado com a Secretaria de Esportes para oferecer tratamento aos seus atletas.

“Foi uma experiência emocionante para os alunos. Eles se envolveram com os atletas, tratando não só as lesões no decorrer dos jogos mas aproveitando essa troca muito rica, observando a superação e as conquistas de atletas de todo o mundo que tem Síndrome de Down. Estamos tratando os melhores atletas do mundo em suas categorias. Isso é muito importante”, avaliou a professora Tânia, que acompanha os alunos na parte de fisioterapia desportiva.

É a segunda edição torneio para pessoas com síndrome de down. O primeiro mundial foi realizado em Portugal, com título da Itália.